Sindicato dos Trabalhadores em Saúde e Previdência Social no Estado do Piauí - SINTSPREVS/PI
Boa Tarde! Teresina, 23 de setembro de 2019
26/04/2019 - 09:44

1º de Maio: Trabalhadores farão ato de protesto em Teresina
As centrais sindicais no Piauí farão ato unificado do 1º de Maio, em Teresina. O evento será realizado a partir das 8 h, na Praça do CSU, no Parque Piauí, zona sul da capital. O presidente estadual da CUT-PI, Paulo Bezerra disse que "manifestação será em defesa da aposentadoria. Faremos um ato de resistência da classe trabalhadora com a finalidade de construir uma greve geral no país contra o desmonte da previdência pública". Este ano a CUT e demais centrais sindicais – Força Sindical, CTB, Intersindical, CSP-Conlutas, Nova Central, CGTB, CSB e UGT -, além das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, estão convocando trabalhadores e trabalhadoras a ocuparem as ruas no 1º de maio em defesa da aposentadoria. Centrais unidas Pela primeira vez na história, as centrais sindicais brasileiras se uniram em um ato unificado de 1º de maio, "especialmente para lutar contra a reforma da Previdência de Bolsonaro que acaba com o direito à aposentadoria de milhões de brasileiros e brasileiras", ressalta Bezerra. No último dia 23 de abril a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, por 48 votos a favor e 18 contra, o parecer do relator da reforma da previdência. “As centrais estão construindo a data da greve geral. Por isso, é importante a realização de grandes atos do 1º de maio no Brasil inteiro”, diz o Secretário-Geral da CUT, Sérgio Nobre. "Nosso desafio nesse primeiro de maio é aumentar a luta do povo, trabalhadores, entidades sindicais e populares para manter conquistas históricas, de forma especial, o direito à aposentadoria", ressalta Inácio Schuck, dirigente do Sintsprevs-PI e Conselheiro Estadual de Saúde. Para Antônio Machado, presidente do Sindicato, "o pior da reforma é proposta de capitalização que vai enriquecer ainda mais os banqueiros, acaba com a previdência pública para no futuro pagar, para quem tiver a sorte de estar vivo para se aposentar, benefícios com valores miseráveis".



últimas notícias:

20/09 | Fenasps e Sindicatos negociam com Geap mensalidade menor
13/09 | Categoria terá reunião para debater sobre planos de saúde
06/09 | Governo quer fim da estabilidade e reduzir jornada e salário de servidores
30/08 | Previdência: Quais as maldades no texto que está no senado?
23/08 | Incêndios na Amazônia elevam pressão mundial contra Bolsonaro
23/08 | Senadores rejeitam liberação do trabalho aos domingos
16/08 | Marcha das Margaridas reúne em Brasília 100 mil mulheres em defesa da terra
09/08 |
07/08 | Sintsprevs-PI pressiona deputados votarem contra reforma
05/08 | Fenasps e Sintsprevs-PI reafirmam defesa do SUS na Conferência Nacional de Saúde
02/08 | Conferência Nacional vai debater saúde como direito humano
31/07 | Fenasps repudia falas de Bolsonaro contra presidente da OAB e indígenas
30/07 | Sindicatos denunciam parlamentares do PI que votaram pela reforma. Foram usados cartazes, out door e as redes sociais para mostrar os traidores.
14/07 | Aposentadorias: texto aprovado pela Câmara em 1º turno
12/07 | Centrais e Sindicatos vão pressionar senadores em defesa das aposentadorias
11/07 | Reforma aprovada na Câmara destrói sistema solidário e aumenta a desigualdade
05/07 | TCU condena ex-gerente do INSS - PI e pregoeiro por direcionar licitação
05/07 | INSS precisa de 16 mil novos servidores. Governo recusa concurso e aposta em atendimento digital, só que 63 milhões de brasileiros não têm acesso a internet.
05/07 | Comissão da Câmara aprova relatório da reforma da Previdência
28/06 | Ibope: 51% do povo não confia em Bolsonaro e 48% desaprova
CONTATOS
  • SINTSPREVS-PI
    Rua Desembargador Freitas, 879, Centro
    Cep: 64.000-240
    Tel: (86) 3223-3988
    sintsprevs@bol.com.br