Sindicato dos Trabalhadores em Saúde e Previdência Social no Estado do Piauí - SINTSPREVS/PI
Teresina, 23 de julho de 2019
26/04/2019 - 09:44

1º de Maio: Trabalhadores farão ato de protesto em Teresina
As centrais sindicais no Piauí farão ato unificado do 1º de Maio, em Teresina. O evento será realizado a partir das 8 h, na Praça do CSU, no Parque Piauí, zona sul da capital. O presidente estadual da CUT-PI, Paulo Bezerra disse que "manifestação será em defesa da aposentadoria. Faremos um ato de resistência da classe trabalhadora com a finalidade de construir uma greve geral no país contra o desmonte da previdência pública". Este ano a CUT e demais centrais sindicais – Força Sindical, CTB, Intersindical, CSP-Conlutas, Nova Central, CGTB, CSB e UGT -, além das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, estão convocando trabalhadores e trabalhadoras a ocuparem as ruas no 1º de maio em defesa da aposentadoria. Centrais unidas Pela primeira vez na história, as centrais sindicais brasileiras se uniram em um ato unificado de 1º de maio, "especialmente para lutar contra a reforma da Previdência de Bolsonaro que acaba com o direito à aposentadoria de milhões de brasileiros e brasileiras", ressalta Bezerra. No último dia 23 de abril a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, por 48 votos a favor e 18 contra, o parecer do relator da reforma da previdência. “As centrais estão construindo a data da greve geral. Por isso, é importante a realização de grandes atos do 1º de maio no Brasil inteiro”, diz o Secretário-Geral da CUT, Sérgio Nobre. "Nosso desafio nesse primeiro de maio é aumentar a luta do povo, trabalhadores, entidades sindicais e populares para manter conquistas históricas, de forma especial, o direito à aposentadoria", ressalta Inácio Schuck, dirigente do Sintsprevs-PI e Conselheiro Estadual de Saúde. Para Antônio Machado, presidente do Sindicato, "o pior da reforma é proposta de capitalização que vai enriquecer ainda mais os banqueiros, acaba com a previdência pública para no futuro pagar, para quem tiver a sorte de estar vivo para se aposentar, benefícios com valores miseráveis".



últimas notícias:

14/07 | Aposentadorias: texto aprovado pela Câmara em 1º turno
12/07 | Centrais e Sindicatos vão pressionar senadores em defesa das aposentadorias
11/07 | Reforma aprovada na Câmara destrói sistema solidário e aumenta a desigualdade
05/07 | TCU condena ex-gerente do INSS - PI e pregoeiro por direcionar licitação
05/07 | INSS precisa de 16 mil novos servidores e governo recusa concurso
05/07 | Comissão da Câmara aprova relatório da reforma da Previdência
28/06 | Ibope: 51% do povo não confia em Bolsonaro e 48% desaprova
19/06 | The Intercept revela que Moro era contra investigar FHC
14/06 | Greve Geral de 14 de Junho parou transportes coletivos, escolas, comércio e bancos em Teresina-PI
10/06 | Intercept Brasil revela trama de juiz e procuradores contra Lula
07/06 | STF vai julgar proposta do governo que reduz salários de servidores
06/06 | 8ª Conferência de Saúde do PI debate democracia e saúde
06/06 | CUT-PI e sindicatos planejam Greve Geral do dia 14 de Junho
31/05 | Estudantes vão as ruas de novo em protesto contra cortes na educação. Em Teresina, professores e trabalhadores também participaram da manifestação.
24/05 | Fenasps orienta que sindicatos mobilizem para Greve Geral em 14 de Junho
21/05 | Sintsprevs presente em ações contra dengue em Belém do PI
17/05 | Greve Nacional da Educação fortalece ofensiva contra governo Bolsonaro
14/05 | Reforma da Previdência corta direitos de quem tá aposentado
13/05 | Sintsprevs apoia Greve Nacional da Educação de 15 de Maio
09/05 | Bolsonaro extingue 55 conselhos que tinham participação da sociedade
CONTATOS
  • SINTSPREVS-PI
    Rua Desembargador Freitas, 879, Centro
    Cep: 64.000-240
    Tel: (86) 3223-3988
    sintsprevs@bol.com.br